22 de fev de 2013

ALERTA Vejam o dano que o babyliss pode causar!

Não sei se todos já viram o video ou gif que tá rolando pela internet de uma menina fazendo um tutorial para deixar os cabelos cacheados, ela simplesmente perde parte do cabelo e fica sem entender o que aconteceu. É preciso muito cuidado para utilizar esse tipo de aparelho em casa, seja modelador, prancha ou até mesmo secador e ler o manual é muito importante também, coisa que a maioria das pessoas não faz. Vejam o video:



Vejam agora o que diz o manual do modelador Ceramic Fast da Philco sobre o tempo de uso:


Recado dado agora é seguir e ler o manual das coisas.

18 de fev de 2013

Vestido no trabalho!?

Algumas empresas permitem que os funcionários usem a roupa que achar melhor, desde que siga alguns padrões que muitas vezes não são respeitados, mulheres que trabalham de forma autonoma também possuem uma maior flexibilidade com vestimenta, o que não quer dizer que o mesmo vestido da balada sirva para o trabalho, mesmo que você trabalhe como consultora da Avon, quando você se veste de acordo com a ocasião passará mais confiança as pessoas, então nada de muito decote ou vestidos muito curtos e justos, estando acima do peso ou não, para quebrar tanta sobriedade invista em acessórios que não sejam muito grandes.



Existe ainda a possibilidade de usar um blazer caso a empresa seja de um ramo onde a formalidade é maior, mas lembrem-se isso só vale caso a empresa permita.

Abraços e até a próxima dica!

Rafael Oliveir

16 de fev de 2013

Entenda o que está escrito no rótulo do xampu e encontre o produto certo para o seu cabelo



Nunca as prateleiras estiveram tão abarrotadas de xampu, e com opções das mais variadas. Há desde as básicas, caso das indicadas para cabelo seco, oleoso ou normal, até as mais complexas, como para fios alisados por escova progressiva, loiros ou tingido e com luzes. O lado ruim de tanta variedade é que fica difícil escolher o melhor produto para levar para casa. “Regra geral, é preciso ficar com o que vai resolver o seu maior problema no momento. Por isso, aliás, é impossível ter apenas um pote de xampu em casa, já que é comum resolver um drama e surgir outro, especialmente em quem usa secador e chapinha ou faz química com frequência”, diz o cabeleireiro Eron Araújo, do salão Blend, em São Paulo.

Sendo assim, tão importante quanto pensar no dano que você quer resolver, é preciso saber o significado e a ação de cada ingrediente presente na formulação do cosmético. Os itens listados a seguir estão presentes independentemente se o xampu é específico para fios coloridos, oleosos ou ressecados. “O que muda é a concentração de cada um deles em função do tipo de cabelo”, afirma o farmacêutico e cosmetólogo Maurício Pupo, de Campinas (SP).

Detergente:
“Descrito no rótulo com os nomes lauril sulfato de sódio, lauril sulfato de amônio, lauril éter sulfato de sódio e lauril eter sulfato de amônio, produz uma espuma que agrada sensorialmente e ajuda a remover a gordura tanto dos fios quanto do couro cabeludo”, explica a engenheira química Camila Cerdeira, da K.PRO-Profissional, em São Paulo. Segundo ela, uma das grandes evoluções da indústria da beleza nos últimos anos foi criar o xampu sulfate free, ou seja, sem sulfato, ou substituí-lo por detergentes mais suaves. “Tudo com o objetivo de evitar o desbotamento e o ressecamento do cabelo mais sensível”, completa ela.

pH:
Indica o grau de acidez (quando o pH é menor que 7) ou de alcalinidade (maior que 7) do xampu. “Como a camada de água e gordura que protege o couro cabeludo tem pH levemente ácido, entre 4,2 e 5,8, o produto deve ter um pH próximo desses valores, para não agredir a pele do couro cabeludo, ou um pouco mais baixo, na faixa de 4,0 a 4,5, para ajudar a fechar as cutículas dos fios, realçando o brilho deles”, diz Maurício Pupo.

Filtro solar:
Cria uma película ao redor do fio que bloqueia a ação da radiação ultravioleta, que rouba o brilho, a água e os pigmentos que dão cor ao cabelo, deixando-o manchando. Na prática, os ruivos ficam alaranjados, os castanhos avermelhados e os loiros, amarelados.

Sal:
Geralmente descrito como lauril sulfato de sódio, o sal tem a função de aumentar a viscosidade do xampu e, com isso, dar a sensação de que o cosmético é mais concentrado e benéfico. “Vale lembrar que o ativo não é tão vilão quanto pintam por aí. Pelo contrário, já que trata-se de um ingrediente natural e hidratante, pois atrai água para dentro do fio”, diz o farmacêutico Maurício Pupo. Segundo ele, há a crença de que o efeito do sal do xampu tem o mesmo efeito de embaraçar, ressecar e endurecer o fio que a água do mar, mas isso não acontece, pois a sanilidade na praia gira em torno de 38% enquanto a do xampu é de mais ou menos 0,5%.

Silicone:
Forma uma película ao redor do fio, evitando o atrito entre eles bem como o aparecimento de frizz. Também dá brilho e deixa o toque macio.

Ativos que valem o investimento

Entenda para que servem alguns dos ingredientes mais usados em xampus

Ácido salicílico: Elimina as células mortas do couro cabeludo, favorecendo a atuação de outros ativos.
Aloe vera: Extraído da babosa, não só hidrata, como fortalece e amacia o fio
Ceramida: É um dos hidratantes mais potentes do mercado, tanto que é bastante usado para fechar as cutículas dos fios, deixando-os menos suscetível aos efeitos nocivos dos agentes externos e da química capilar
Colágeno: Como absorve água, prolonga a hidratação.
Extrato de alfazema: Alivia a coceira causada pela caspa e limpa profundamente o couro cabeludo.
Glicerina: É um dos hidratantes mais tradicionais.
Jaborandi: Por ser adstringente, combate a oleosidade excessiva.
Lanolina: Obtida da lã do carneiro, tem ação umectante e deixa o fio mais elástico e resistente à quebra.
Manteiga de karité: Figurinha fácil em produtos para cabelo crespo e quimicamente danificado, reestrutura o fio reduzindo não só o ressecamento, mas também os arrepiados.
Octopirox:Purifica o couro cabeludo e previne o reaparecimento da caspa.
Óleo de melaleuca: Atua como bactericida, fungicida e anti-inflamatório, um trio de cuidados que ajuda a manutenção a saúde e o controle da oleosidade do couro cabeludo sem prejudicar a hidratação do fio.
Óleos essenciais: Obtido de flores ou frutas, balanceiam a oleosidade e hidratam as pontas, além de proteger a cor natural ou artificial do cabelo.
Óleos vegetais: Oliva, abacate, amêndoas, manga e uva estão entre os mais usados e que têm ação emoliente, ou seja, que deixa o cabelo leve, solto, macio e brilhante.
Pantenol: Aumenta a hidratação e o brilho e ainda ajuda a prevenir a queda.
Piritionato de zinco: Tem ação anti-inflamatória e combate a irritação causada pela caspa.
Proteína: Obtida do leite, da aveia, da seda ou do trigo, auxilia a recuperação da fibra capilar e, por isso, é indicada para cabelos danificados por agentes externos, como sol, cloro da piscina e poluição, ou devido ao uso de química capilar, como coloração e alisamento.
Queratina: "Esse tipo de proteína consegue penetrar na fibra capilar e reconstruir falhas internas e externas, desde a causada por química capilar mal feita até a provocada pelo uso exagerado de elástico", diz a engenheira química Camila Cerdeira.
Tutano de boi: Ótima fonte de vitaminas e proteínas, deixa o fio mais resistente à coloração e ao alisamento.
Vitaminas: São várias as usadas. As do complexo B, por exemplo, favorecem o metabolismo do couro cabeludo reduzindo a caspa; enquanto a A e a E deixam os fios mais fortes e resistentes; e a C evita que os coloridos desbotem e percam o brilho.
Zinco: É bastante usado em xampu para cabelo oleoso, já que ajuda a eliminar a oleosidade excessiva da raiz sem ressecar as pontas.


Fonte: Uol

15 de fev de 2013

Clubes dos esmaltes!

Unhas perfeitas, quem não quer? Nada como uma unha bonita, bem feita, se possível longa e é claro, com o esmalte da moda. São tantas as cores de esmaltes que é possível ficar perdidas entre elas. Azul, vermelho, verde, roxo, lilás... Uma infinidade de cores e produtos que deixa qualquer "louca por esmaltes" desesperada. Imagine poder receber essas novidades assim que lançadas em sua casa? Ou até mesmo trocar o esmalte que você já enjoou por uma cor nova? Isso é possível através dessa novidade chamada de clubes de esmaltes.


Há diversos sites com dicas incríveis sobre as cores do momento, os desenhos mais usados e os modelos de unha. Cada dica incrível para deixar a unha impecável e na moda, mas os clubes vão, além disso. No Clube do Esmalte Capricho, essas dicas são trocadas pelas próprias leitoras. O pessoal responsável pelo clube lança um tema. As leitoras participam ao fazer a mão usando a criatividade, tirar fotos das unhas prontas e enviar. As fotos são publicadas e as experiências trocadas. Basta ter um Flickr e se cadastrar.

Há clube de esmalte que te ajuda a encontrar outras pessoas do clube que querem trocar os frascos que você não está usando mais e há outro, novo, que entrega em sua casa as novidades das empresas parceiras, é o Esmalteria Club. Para participar desse clube é preciso fazer uma assinatura e pagar um valor mensal de R$ 55,00. O assinante receberá um kit dos produtos do momento, em sua casa, sem custo adicional. Ainda terá descontos em salões de belezas, lojas de cosméticos, entre outros estabelecimentos. Serão disponibilizados também alguns cursos e é claro, acesso ao site e às novidades sobre esmaltes. Os kits serão enviados mensalmente, enquanto a assinatura, que pode ser cancelada a qualquer momento, estiver ativa. Essa ideia veio de três amigos da cidade de Maceió que a colocaram em prática e já estão fazendo sucesso!

Clube do Esmalte Capricho
Como participar? Inscrever-se através do Flickr.
Quanto custa? Gratuito
O que oferece? Dicas, informações e troca de estilos de unhas e novidades entre as participantes

Esmalteria Club
Como participar? É preciso fazer uma assinatura nesse site: http://club.esmalteriaclub.com.br/kits
Quanto custa?
Atualmente deve ser paga uma mensalidade de R$ 55,00
O que oferece?
Kit de produtos mensais, acesso a cursos, site e descontos em estabelecimentos parceiro (maquiagem, salão de beleza entre outros).

Clube do Esmalte (Facebook)
Como participar? Basta solicitar a participação aqui. É necessário ter um facebook.
Quanto custa? Gratuito
O que oferece? A oportunidade de conversar e trocar experiências com outras "loucas por esmaltes" e ainda trocar esmaltes com elas.

Fonte: Yahoo

14 de fev de 2013

Em alta: Brincos coloridos

Quer incrementar o visual? Aposte em brincos coloridos, que estão em alta. Vale usá-los com roupas neutras e até em tons contrastantes. Scarlett Johansson e Nicole Kidman são adeptas dos acessórios.

Para entrar na moda sem medo de errar, siga as dicas listadas abaixo pela consultora de imagem pessoal e corporativa Marcele Goes, da Estilo Sob Medida. Depois, navegue pela galeria de fotos, inspire-se no visual de famosas e confira opções disponíveis no mercado, com preços e marcas.

1. Brincos coloridos são pontos de cor extremamente próximos ao rosto (primeiro lugar que as pessoas nos olham), por isso requerem cuidado ao serem utilizados, assim como um batom de tom muito forte. O restante do look depende bastante do tamanho do brinco e da cor escolhida (chamativa ou discreta). A dica é sempre buscar um equilíbrio, por exemplo: brinco colorido, blusa lisa, parte de baixo com textura e bijuteria pesando mais na região das mãos; ou brinco grande e de cor marcante, vestido liso, outras bijuterias mais discretas e sapato elaborado.

2. As cores de brinco que estão mais em evidência são azul, verde-esmeralda, vermelho-queimado e tangerina.

3. Se quer um brinco que contraste com a cor da roupa, saiba que azul com rosa é uma combinação bastante feminina; verde com rosa ou verde com vermelho fica mais chamativo, mas também bastante bonito (maioria verde e só um toque rosa ou vermelho); azul com roxo dá um toque mais misterioso e imponente, forte visualmente, assim como azul com amarelo.

4. A consultora recomenda maquiagem discreta, com tons suaves, para não competir com os brincos. Os cabelos podem ser soltos, mas tendem a ficar melhor com pelo menos parte deles presa, justamente para dar destaque ao brinco.

5. Quem tem um rosto mais comprido deve escolher brinco com mais largura, tipo um losango ou gota. Para as donas de rosto mais largo, a dica é acessório mais longo do que largo, como um chuveiro de correntes.

Fonte: Terra

Praia + Frizz, quem nunca passou por isso?

Estar em contato com a maresia não significa que seu cabelo, invariavelmente, vá ficar eriçado e com frizz. Pode acreditar nisso, pois a afirmação é do experiente cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi, do badalado MG Hair Design, em São Paulo. É ele quem esclarece por que o cabelo arrepia mais na época de calor e o que você pode fazer para evitar.

A maresia facilita o frizz.
VERDADE. Geralmente, isso acontece quando o cabelo está poroso, o que aumenta a absorção da umidade pelo fio, que incha e arrepia. Os crespos e os finos estão mais sujeitos ao problema. Vale lembrar que a umidade também contribui para o cabelo normal ficar mais oleoso.

O uso de leave-in com filtro UV não evita o arrepiado.
MITO. Evita, sim, ainda mais se escolher um específico para domar o frizz ou os cachos. Os que têm apenas a função de proteger contra a radiação ultravioleta também ajudam, pois não deixam o cabelo poroso, danificado e quebradiço, que são os grandes vilões do frizz junto com o secador e a chapinha.

O melhor jeito de controlar o eriçado na praia é prendendo bem o cabelo com um elástico macio.
MITO. Por causa do calor, o cabelo preso fica amassado, o que também facilita a quebra. Pelo bem da saúde dos seus fios na praia, prenda sem apertar, beba bastante água, aplique e reaplique o creme sem enxágue com filtro solar várias vezes ao dia e passe boa parte do tempo na sombra.

Enquanto estiver em contato com a maresia, o condicionador deve ser alternado com o creme de tratamento.
VERDADE. Quanto mais hidratado e nutrido estiver o cabelo, menos arrepiado ele vai ficar. É importante usar ainda produtos específicos para o seu tipo de cabelo e passar nas pontas um tiquinho de óleo ou sérum que prometa controlar o frizz e dar brilho.

Fonte: Terra/Fotos: Google

13 de fev de 2013

Quer um cabelo ondulado de capa de revista?


Dez entre dez cabeleireiros recomendam usar o difusor - aquele acessório de plástico que é encaixado no bocal do secador para dispersar o jato de ar - quando o objetivo é exibir ondas cheias de movimento como as da diva Jennifer Lopez. Mas, para chegar lá, é preciso ter algumas manhas, conforme ensina a cabeleireira Nilza Bezerra, do Studio W Campinas (SP).

Para formar ondas, o secador com difusor tem que ficar em movimento o tempo todo
MITO. De acordo com a cabeleireira Nilza Bezerra, o aparelho deve ficar parado e posicionado de baixo para cima. "Depois de aplicar o ativador de cachos e o protetor térmico nos fios, tombe a cabeça para o lado, encaixe o cabelo dentro do difusor respeitando o movimento natural dos fios e deixe o acessório quietinho por alguns minutos até o cabelo secar. Vire a cabeça para o outro lado e repita a operação."

Na hora de usar o difusor, o secador deve ser regulado para liberar ar frio e em grande velocidade
MITO. Esse é o erro mais comum e responsável por desmanchar o cacho. O correto é que o secador libere ar morno a quente (quanto mais grosso for o fio de cabelo, mais quente deve ser o ar) e em velocidade lenta a moderada.

Quanto mais próximo o difusor estiver da cabeça, mais apertado vai ficar o cacho
VERDADE. Da mesma forma que, se o seu cabelo for comprido e você posicionar o secador com difusor na altura do peito, só vai conseguir ondas.

Amassar o cabelo que está no difusor enquanto o secador estiver ligado aumenta o volume
VERDADE. Se esse não for o seu objetivo, basta posicionar o cabelo dentro do difusor e deixá-lo parado.

O difusor dispensa o ativador de cachos
MITO. Na verdade, um complementa a ação do outro. Só que o cosmético não tem a função apenas de definir os cachos e as ondas, ele ainda hidrata, deixa o toque macio, ajuda a controlar o volume e o frizz e facilita o desembarace.

Depois de usar o difusor é bom aplicar um produto nos fios para preservar os cachos
VERDADE. A cabeleireira Nilza Bezerra recomenda borrifar spray de fixação, se quiser manter o efeito durante o dia todo, ou aplicar óleo finalizador para soltar os cachos e dar brilho. Caso queira aumentar o volume, espalhe um tiquinho de pomada nas mãos e amasse delicadamente as mechas, sempre das pontas em direção à raiz.

Fonte: Terra