18 de jan de 2014

Dê adeus à chapinha! Aprenda a usar seu cabelo natural

Hoje, os cuidados com os cabelos fazem parte da profissão de Rayza Nicácio. (Foto: Divulgação)



Puxa daqui, estica dali. Nada de chuva, nada de suor. Piscina e vento? Jamais! A regra é segurar, controlar, esconder. Parece familiar? Muitas mulheres escolhem alterar a forma natural dos cabelos e alisar os cachos no dia a dia. Mas assumir o enrolado pode fazer muito bem à vaidade e de quebra, dar força renovada aos fios.
Rayza Nicácio viveu integralmente esta transição. Até 2009, a rotina da blogueira era determinada pela necessidade de controle dos cabelos. "Tudo era problema", recorda, ao explicar quantas atividades deixava de fazer para não prejudicar o alisamento. Apesar de ter usado seus cachos soltos durante a infância e parte da adolescência, Rayza seguiu por anos uma receita rígida: fazia mais ou menos uas escovas semanais ."Não sabia o que estava fazendo, nem me lembro de me preocupar em ao menos hidratar", conta. Mas ao aceitar um convite para um acampamento, ela precisou repensar suas escolhas. E descobriu vida nova para seus cachos. "Eu estava em uma fase de transição na minha vida e o cabelo fez parte. Sou muito mais segura em relação a minha aparência, sem dúvida. Adotei uma política de que os cachos nunca são rebeldes, eu é que devo me adaptar a eles", analisa Rayza, que hoje dedica seu trabalho a ensinar outras meninas a cuidar dos cabelos naturais.
Rayza recorria à escova para manter os cabelos lisos. (Foto: Divulgação)
Viver em função da escova e da chapinha pode ser fatal para os fios, como explica Lúcia Santana, coordenadora técnica do Instituto Beleza Natural. "Além do ressecamento e da quebra, esses processos podem alterar a estrutura natural dos fios", avisa. O melhor, de acordo com a especialista, é assumir, hidratar e proteger os cachos: "Os cabelos crespos e ondulados são mais frágeis, pois não recebem a oleosidade natural que sai do couro cabeludo. Para cuidar bem, é preciso escolher produtos específicos para esse tipo de fio", ensina a especialista. Cortar também pode tornar mais fácil a rotina de cuidados: "Um bom corte pode deixar o cacho mais modelado, reduzir ou aumentar o volume e torná-lo mais prático para pentear".

E qual será o lugar da chapinha nesta nova rotina? Para Lúcia Santana, na gaveta. "Nunca, mas nunca mesmo, a cacheada deve utilizar prancha, babyliss ou qualquer tipo de modelador quente, pois eles podem alterar a estrutura natural do fio, que nasce em espiral", defende. Para a especialista, apenas a escova deve ser utilizada e desde que sempre aliada a uma boa técnica de hidratação.
"Deve ser um penteado coringa para uma ocasião especial", sugere Lúcia. Rayza Nicácio recorre aos cabelos lisos de vez em quando, mas já não se adapta a eles: "é só fazer uma escova e ai já sinto falta do cacheado", diverte-se. E garante que os cuidados estão inseridos em seu cotidiano: "organizo os tratamentos dentro de uma rotina e aceito o cabelo do dia. Geralmente, não está sempre do mesmo jeito", analisa.

Comentrios
0 Comentrios

0 comentários:

Postar um comentário