24 de jul de 2012

Bichos para quem mora em apartamento. Escolha o seu! #1

Hoje vou começar uma serie sobre pets para quem mora em apartamento, já que pretendo mudar de cidade e morar em um, quero um cachorro por questões de maior interação e tempo de vida, sou apaixonado pro hamsters mas vivem pouco e sempre bate uma tristeza quando os bichinhos morrem. Não optarei pro adotar, pois é mais difícil saber o comportamento futuro de um cão sem raça definida (SRD), já que a maioria é recolhida nas ruas ou filhotes desses.

Vou começar falando de cães, lembrando que nem toda raça pequena é boa pra apartamento, não é só o tamanho que conta, principalmente porque muitos cães de raças pequenas latem muito e por qualquer motivo. Lembre também que o tipo de pelo é um fator importante, algumas raças requerem escovações até diárias, além de tosas regulares que devem ser feitas em locais especializados, mesmo os de pelo curto precisam de uma escovadinha ao menos uma vez por mês, a vantagem é que isso pode ser tornar uma forma da carinho e brincadeira. Vamos ver uma pequena lista de raças:












Alimentação:

Outro ponto importante é a alimentação, existem vários tipos de ração, para todos os tamanhos e idades, com preços variados e existem até rações especificas para algumas raças, o ideal é optar pelas premium ou super premium, pois elas tem carne/frango na composição, além de carboidratos de melhor qualidade. As rações comuns contém apenas vísceras de bovinos ou aves na composição e em algumas delas carboidratos de difícil digestão. Nas rações premium ou super premium a taxa de absorção de nutrientes é de cerca de 80%, enquanto as rações comuns ficam em torno de 60%, com maior taxa de absorção o cão produz menos fezes e com menos odor.

Banho:

Deve ser dado a cada 15 dias, se for necessário durante esse intervalo, recomendasse usar um pano umedecido em uma solução de água, álcool e vinagre branco, na mesma quantidade. O banho deve ser dado com água morda em dias ou locais frios ou com água em temperatura ambiente em dias quentes, o cão deve estar preso por coleira e guia para evitar acidentes, coloque bolas de algodão nos ouvidos para evitar que entre água e o cão tenha otite canina. Escove o cachorro antes do banho para retirar pelos soltos, com um pente ou escova indicado para o tamanho do pelo. Você pode optar por suar sabonete em barra, liquido, shampoo e condicionador, existem para vários tipos de pelo e existem até mascaras de hidratação. Seque com uma toalha e depois com um secador com ar frio, se for usar ar quente afaste um pouco do cão, para evitar queimaduras na pele.

Exercícios:

Os cães precisam se exercitar, alguns com maior intensidade que outros, pode ser uma caminha ou brincadeiras com brinquedos que não façam muito barulho se você morar em apartamento, isso faz o cão gastar energia, se manter saudável e evitar que ele destrua moveis e objetos, compre coleira e guia adequadas ao tamanho do seu bichinho.

Limpeza e higienização:

A tarefa mais chata de ter um pet é a parte da limpeza dos seus dejetos e da higienização do ambiente, em apartamento é mais difícil, mas isso não que dizer que seja impossível, existe no mercado vários produtos para limpeza e desodorização do ambiente, alguns produtos líquidos outros em pó, que devem ser dissolvidos em água, além de tapetes especiais tanto para bebês quando para adultos e é importante também educá-lo desde pequeno a fazer suas necessidades em um determinado local, principalmente com machos que quando crescem passam a fazer xixi em moveis, paredes, vasos de planta. Existem também sacolas biodegradáveis para recolher as fezes das ruas, são vendidas em qualquer petshop e garantem limpeza da cidade e o melhor controle de zoonoses.

Lembrando que tem que fazer visitas regulares a um veterinario e ficar atento a vacinas.

No próximo post trarei algumas perguntas feitas a donos de cães de algumas das raças mostras aqui.

Fontes de pesquisa:



RUBIN Rachel - Cachorro Magro - Ed. Panda Books, SP  2005

Comentrios
0 Comentrios

0 comentários:

Postar um comentário