13 de jul de 2012

Saias mullet, irão render varias estações!

FAMOSAS
 Da esq. para a dir.: a atriz Jessica Alba, a tenista Maria Sharapova,
 a cantora Christina Aguilera (em 2010) e a atriz Anne Hathaway

O estilo é polêmico e no início todos estranham. Mas a insistência com que as saias e vestidos mullet – que têm proporções longas atrás e curtas na frente – têm aparecido em passarelas internacionais e em fotos de celebridades é a senha de que os modelos vão invadir os armários brasileiros, a exemplo do que vem acontecendo nos Estados Unidos e na Europa. O mullet é mais conhecido como o estilo de cabelo que arrebatou cabeças famosas nos anos 1980. No Brasil ficou conhecido como corte Chitãozinho e Xororó, em referência à famosa dupla sertaneja. Naquela década de exageros também alcançou sucesso no vestuário. A cantora Madonna, por exemplo, usou um modelo no clipe “Like a Virgin”. Outra referência retrô são as dançarinas de flamenco. As versões atuais seduziram celebridades como as atrizes Anne Hathaway e Jessica Alba e a tenista Maria Sharapova.

 Da década de 1980, herdou-se apenas o estilo. Os modelos atuais foram repaginados. “O mullet voltou mais limpo e mais arredondado. Ao contrário da proposta exagerada, de tecidos pesados, como já foi um dia”, afirma a consultora de moda Ana Maria Andreazza. “Estamos usando tecidos transparentes, que esvoaçam e passam a sensação de leveza”, acrescenta Kátia Barros, coordenadora de criação da carioca Farm. Com o sucesso do novo ícone fashion, ela prevê que o mullet ficará na moda por pelo menos duas coleções. A seu favor, conta ainda a versatilidade. “O corte da peça foge do tradicional e pode ser usado tanto de dia quanto à noite”, explica Vânia Almeida, dona da grife Agilitá, que disponibilizou diversos modelos na linha jovem da marca.

 O mullet, porém, não é para qualquer uma. Segundo a consultora Ana Andreazza, a assimetria valoriza principalmente as mulheres mais altas e magras, pois chama atenção para o quadril. É algo que não favorece a silhueta da típica mulher brasileira, dona de curvas mais generosas. Por isso é preciso ter cuidado ao escolher um modelo. Para a estilista de acessórios e sapatos da grife Maria Filó, Renata Joca, a dica é combinar a fluidez da peça com sapatos mais pesados e marcantes. E, claro, lembrar que bom-senso nunca é demais.

Fonte: Isto É

Comentrios
0 Comentrios

0 comentários:

Postar um comentário